Adiado julgamento sobre a greve dos peritos médicos do INSS

0
78
Print Friendly, PDF & Email

 

O julgamento dos processos que discutem a legalidade da greve dos peritos médicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi adiado para a próxima sessão da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), marcada para o dia 22.

Serão julgados um mandado de segurança ajuizado pela Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência (ANPM) que visa ao reconhecimento da legalidade da greve e uma petição do INSS para que o movimento seja declarado ilegal. O relator dos dois processos é o ministro Humberto Martins.

Em decisão liminar, Martins considerou legal a greve iniciada em 22 de junho, mas determinou que 50{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} da categoria mantenham o atendimento ao público, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil a ser pega pela ANPM.

Coordenadoria de Editoria e Imprensa