Carreta da Justiça volta a atender cidades do interior em novembro

0
84
Print Friendly, PDF & Email

A Carreta da Justiça voltará às atividades do 2º semestre de 2020 em novembro e o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, que responde pela unidade móvel da justiça, já preparou o calendário de atendimento para os próximos dois meses.

Assim, nos dias 5 e 6 de novembro, a cidade de Antonio João, com oito mil habitantes, será a primeira a ser atendida. A seguir, os habitantes de Caracol terão à disposição os serviços da Carreta nos dias 16 e 17, e a equipe que trabalha na unidade móvel atenderá a população de Laguna Carapã nos dias 19 e 20 de novembro.

No dia 30 de novembro e 1º de dezembro, será a vez da cidade de Jateí; depois, será a vez dos seis mil habitantes de Vicentina nos dias 3 e 4. Após, Bodoquena receberá os atendimentos nos dias 9 e 10 e, para terminar o ano, nos dias 14 e 15 será a vez de Guia Lopes da Laguna sediar os atendimentos.

Apesar do calendário de atendimento, em razão das medidas de biossegurança, a equipe que trabalha na Carreta da Justiça não poderá atender os usuários dos serviços que aparecerem no local com suas demandas. Desta vez, os atendimentos devem ser necessariamente pré-agendados pelos telefones (67) 3317-8648 e (67) 98462-8249, ou ainda pelo e-mail [email protected].

Além disso, as pessoas que procurarem os serviços da unidade móvel da justiça não podem estar com sintomas de gripe ou resfriados, deverão comparecer com uso obrigatório e correto de máscara, serão submetidos a teste de temperatura corporal e assepsia das mãos.

Saiba mais – Importante lembrar que a Carreta da Justiça tem competência para atuar em processos cíveis, criminais e dos juizados especiais das comarcas ainda não efetivamente instaladas e que a escolha dos municípios e localidades a serem atendidas observa critérios técnicos e conveniência do Poder Judiciário.

A Carreta da Justiça integra o programa Judiciário em Movimento, que tornou 100% dos municípios sul-mato-grossenses sedes de comarcas. Desde que foi lançada, em agosto de 2016, a iniciativa está levando mais qualidade e conforto no atendimento ao jurisdicionado, que não precisa mais deslocar-se de sua localidade para receber os serviços da justiça.

A unidade móvel é uma miniatura de um fórum: gabinete do juiz, sala para Promotor, Defensor Público, sanitário, uma pequena copa e a varanda na frente para recepção das pessoas, o que totaliza 44 m². O objetivo da proposta é aproximar o Judiciário da população e dar cidadania às pessoas que nunca tiveram atividade judicial e judiciária em sua cidade.

Fonte TJMS