Criação da Autoridade Fiscal Independente é destaque da pauta do Plenário

0
48
Print Friendly, PDF & Email

 

Da Redação | 18/09/2015, 16h39 – ATUALIZADO EM 18/09/2015, 19h00

O Plenário do Senado deve encaminhar nesta semana a votação em primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 83/2015, do senador Renan Calheiros, que cria a Autoridade Fiscal Independente. A proposta faz parte da Agenda  Brasil, conjunto de proposições para a retomada do desenvolvimento do país, e é o destaque da pauta.

A Instituição será um órgão auxiliar do Legislativo que terá a função de acompanhar e analisar os gastos e os endividamentos públicos, além de calcular o impacto de todo projeto de lei que crie custos para a administração. Ela terá um conselho diretor com três membros indicados por diferentes instâncias do Congresso, cinco conselheiros e quadro de funcionários exclusivos.

A PEC 83 ainda precisa passar por duas sessões de discussão, e só então poderá ser votada em primeiro turno, precisando do voto favorável de pelo menos 49 senadores.

No entanto, a proposta também precisará aguardar a apreciação da MP 681/2015, que está trancando a pauta e precisa ser analisada antes de qualquer outro item. Ela amplia o limite do crédito consignado (descontos autorizados pelo trabalhador na folha de pagamentos) de 30{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} para 35{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} do valor do salário. A norma é válida para trabalhadores com contrato regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e para aposentados e pensionistas do INSS.

A MP já foi aprovada pela Câmara dos Deputados. Caso não seja analisada definitivamente até o dia 9 de novembro, perderá a validade.

Também integram a pauta de votações o PLS 501/2013, que explicita a incidência do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) nos serviços de monitoramento e rastreamento de veículos; e o PLC 69/2015, que cria 162 cargos e 382 funções comissionadas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Agência Senado 



Proposições legislativas