Eleita administração do próximo biênio do TJMS

0
59
Print Friendly, PDF & Email

 

Por aclamação, na sessão desta quarta-feira (3), os desembargadores do Tribunal Pleno votaram os nomes que responderão pelo Poder Judiciário de MS no biênio 2011/2012. Assumirá a presidência do TJMS o Des. Luiz Carlos Santini (centro), a vice-presidência o Des. Hildebrando Coelho Neto (à direita) e a Corregedoria-Geral de Justiça, o Des. Atapoã da Costa Feliz (à esquerda na foto).
 
Santini agradeceu a confiança que o plenário depositou nos que administrarão os rumos da justiça sul-mato-grossense nos próximos dois anos e e enfatizou que  não se intimidará em buscar auxílio nos gabinetes dos desembargadores que já ocuparam o mais alto cargo no Poder Judiciário de MS.
 
“Em nome da nova administração, agradeço a confiança em nós depositada e declaro que não hesitarei em buscar auxílio com os ex-presidentes, cuja experiência administrativa  serão muito úteis e esperamos apoio dos nobres pares nas medidas a serem adotadas”, disse o próximo presidente do TJMS.
 
Saiba quem comandará os rumos do judiciário de MS:
 
Luiz Carlos Santini é paulista de Bauru, cidade onde formou-se em Direito na década de 1960. Tem Especialização na USP e na PUC em Direito Administrativo e Direito Tributário. Em 1977, ingressou na magistratura de MS na 1ª Vara Cível da Comarca de Aparecida do Taboado. Três anos depois, por merecimento, foi promovido para a 1ª Vara Cível de Aquidauana e, em 1984, por antiguidade, foi promovido para a 2ª Vara Cível em Campo Grande.
 
O novo presidente do TJMS foi professor da UFMS nas cadeiras de Direito Constitucional e Ética Profissional. Em 1987, por permuta, passou a titularizar a 1ª Vara Cível da Capital e, em 1991, por antiguidade, foi promovido ao cargo de desembargador do TJMS. Santini exerceu o cargo de Vice – Presidente do Tribunal de Justiça, no biênio 1999/2000.
 
Hildebrando Coelho Neto nasceu em Tocantinópolis (TO) e formou-se em Direito pela Universidade Federal de Goiás e, em 1977, assumiu a magistratura de Goiás. Em 1981, preferiu viver em MS e ingressou na magistratura sul-mato-grossense como juiz na Comarca de Rio Verde de Mato Grosso. Dois anos depois, por antiguidade, foi promovido para Dourados e atuou na 3ª Vara Cível.
 
Foi professor de Direito Civil e Direito Tributário na antiga SOCIGRAN. Por antiguidade, em 1988, foi promovido para a 4ª Vara Cível de Campo Grande e, em 1996, por merecimento, foi promovido ao cargo de desembargador do TJMS. Foi Corregedor-Geral de Justiça no biênio 2005/2006.
 
Atapoã da Costa Feliz é natural de Guararapes, interior paulista, e formado em Direito pela Faculdade de Uberlândia (MG). Ingressou na magistratura sul-mato-grossense em 1979, como na Comarca de Glória de Dourados. Em 1980, foi promovido, por antiguidade, para a 2ª Vara da Comarca de Paranaíba e, dois anos depois, removido para a 1ª Vara de Amambai. No mesmo ano foi removido para a 2ª Vara da Comarca de Corumbá.
 
Em 1986, por antiguidade, foi promovido para a 7ª Vara Criminal em Campo Grande. Na Capital, atuou na 5ª Vara Cível, na 3ª Vara Criminal e na 3ª Vara Cível. Em 1995, por antiguidade, foi promovido ao cargo de desembargador do Tribunal de Justiça. Exerceu o cargo de Corregedor-Geral de Justiça no biênio 2003/2004.

Autoria do Texto: Departamento de Jornalismo