Fórum Estadão: Governadores do Centro-Oeste são enfáticos na defesa dos incentivos fiscais para redução de desigualdades

0
48
Print Friendly, PDF & Email





São Paulo (SP) – Ponto de discórdia entre os estados do Centro-Oeste e a região de São Paulo, mais desenvolvida, a concessão de incentivos fiscais e tributários foi defendida pelos governadores da região durante fórum regional, na capital paulista. Diante de questionamentos sobre a posição contrária que é tomada pelo Governo de São Paulo, André Puccinelli foi enfático na defesa dessa política como fator de desenvolvimento da região ainda não industrializada do Brasil e como fonte de emprego e renda para os municípios menores.

Na argumentação, Puccinelli e os representantes de Goiás e Mato Grosso lembraram que as desigualdades regionais são muito grandes e que consideram justo utilizar os incentivos como diferencial de atração de empresas. “Como vamos dar emprego para as índias, para as mulheres, para a população lá de Juti, de Japorã, de Figueirão?”, exemplificou André. “Então nós somos estados de segunda categoria?”, questionou.

Silval Barbosa, governador de Mato Grosso, reafirmou a necessidade dessa política de correção de desigualdades e disse que os governadores continuarão tentando derrubar a regra de unanimidade do Confaz para concessão de benefícios e incentivos fiscais. “Estamos brigando pelo poder de competitividade. Se o Congresso não estabelece uma regra para isso e o Confaz não nos dá esse poder, estamos acabando ter que ir até o Supremo Tribunal Federal. Estamos insistindo porque é a solução para nós, dos Estados no interior do Brasil”, ponderou o governador de Mato Grosso.


Gizele Oliveira