INSTITUCIONAL : TRF da 1ª Região adota horário concentrado de trabalho para reduzir despesas.

0
75
Print Friendly, PDF & Email

A Administração do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em razão das restrições orçamentárias para 2016, adotou, por meio da Portaria Presi 149, a partir desta segunda-feira, dia 02, horário concentrado de trabalho para o período compreendido entre 09h e 19h, nos dias úteis.

 

 

Também ficou estabelecido que fora do horário fixado, e nos dias não úteis, os sistemas de ar condicionado central de todos os edifícios serão desligados, bem como somente estará em funcionamento 01 (um) elevador por prédio.

 

 

Importante salientar que permanece autorizada a realização de atividades na Corte no horário das 06h às 21h59, a critério dos desembargadores e dos respectivos dirigentes, conforme definido no art. 4º da Resolução 28/2014, que regulamentou o expediente e a jornada de trabalho no TRF1, instituiu o controle eletrônico de frequência, o banco de horas, entre outras providências com a redação dada pela Resolução 15/2015.

 

A adoção das referidas ações segue indicativo da Divisão de Engenharia e Manutenção (Dieng), de que a fixação do horário de funcionamento da Corte para o período compreendido entre 09h e 19h representaria economia, em despesas de energia elétrica, da ordem de R$ 585.405,63 (quinhentos e oitenta e cinco mil, quatrocentos e cinco reais e sessenta e três centavos), ou aproximadamente 25{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} (vinte e cinco por cento) dos valores projetados para os próximos oito meses.

 

Conforme ainda previsto no documento, os diretores de foros das Seções Judiciárias da Primeira Região estão autorizados a tomar idêntica providência no âmbito de cada Seccional.

 

A íntegra da Portaria, assinada pelo presidente do TRF da 1ª Região, desembargador federal Hilton Queiroz, está disponível para consulta no portal do Tribunal em “Avisos”.

 

 

 

Assessoria de Comunicação Social.

 

 


Tribunal Regional Federal da 1ª Região.