Jorge Viana defende fim do financiamento empresarial em campanhas eleitorais.

0
67
Print Friendly, PDF & Email

O senador Jorge Viana (PT-AC) afirmou que esta quarta-feira (16) é um dia histórico para o país, pois o Supremo Tribunal Federal pode finalizar o julgamento sobre a constitucionalidade do financiamento privado de campanhas eleitorais. O senador disse estar otimista e acreditar que o Supremo vai declarar inconstitucional a doação empresarial para partidos e candidatos.

Jorge Viana observou que essa ação direta de inconstitucionalidade foi capitaneada pela Ordem dos Advogados do Brasil, com apoio da CNBB e várias outras entidades da sociedade civil.

Ele  lamentou que a Câmara dos Deputados tenha modificado pontos importantes da reforma política aprovada pelo Senado, que previa o fim do financiamento pelas empresas, o fim do chamado ‘domicílio eleitoral’ e o fim das coligações partidárias em eleições proporcionais, entre outras mudanças.

— Com todo o respeito a quem pensa diferente, se quisermos moralizar a atividade política, se quisermos resgatar a força e o respeito da sociedade com os partidos, se quisermos trazer de volta o prestígio para a atividade parlamentar, nós temos que por fim ao financiamento empresarial das campanhas – afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)