Juíza Substituta recebe prêmio da Universidade Federal de MS

0
61
Print Friendly, PDF & Email

 

A juíza substituta de MS, Luiza Vieira Sá de Figueiredo, foi uma das homenageadas com o Prêmio Ueze Zahran – Gente que faz história e recuperação de acervo histórico. O prêmio celebra os dez anos de existência do curso de história da UFMS e tem a finalidade de reconhecer a contribuição de algumas pessoas com o curso e com a universidade. A solenidade foi realizada na manhã desta quarta-feira (17), na antiga reitoria da UFMS.
    
A magistrada foi oradora do evento e falou em nome dos quinze homenageados. Em seu discurso destacou o reconhecimento da instituição por aqueles que de alguma forma contribuíram com a história da universidade, de Campo Grande e de Mato Grosso do Sul. Ressaltou que embora atuem em setores diversos da sociedade e possuam formações em distintas áreas de conhecimento estão todos ligados pelos mesmos valores e ideais de humanidade. Destacou também o novo momento que atravessa o Poder Judiciário, atento à capacitação de seus juízes para uma formação continuada e humana. Nesse contexto ressalta-se a atuação da EJUD/MS, cuja missão institucional é a capacitação dos juízes de MS.

Luiza é  doutora em ciências humanas e, em sua tese de doutorado, abordou questões históricas sobre o estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Após, continuou dedicando-se à pesquisa e publicou uma série de artigos intitulados História e Direito, nos quais procura dar um enfoque diferenciado a questões jurídicas, enriquecendo-as com fatos reais da história do Brasil.
        
Esses artigos são periodicamente publicados na revista de jurisprudência do TJMS. Além desses artigos, a Drª Luiza está coordenando um projeto que visa resgatar a história da magistratura brasileira, contando com a colaboração de juízes de outros estados. Esse projeto pretende dar continuidade ao trabalho iniciado com a edição do livro “Magistratura , História , Legislação e Realidade”, editado pelo TJMS no ano de 2009.