Lançado o Projeto Conheça o Judiciário

0
50
Print Friendly, PDF & Email

 

 Com uma solenidade no plenário do Tribunal Pleno, na noite desta quinta-feira, o Tribunal de Justiça lançou o Projeto Conheça o Judiciário. Autoridades, acadêmicos de Direito de Unaes, da Anhanguera-Uniderp, Estácio de Sá, UCDB e Universidade Federal de MS prestigiaram o lançamento.

Além da aproximar o cidadão da justiça, o projeto cumpre a Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que prevê a implantação de pelo menos um programa de esclarecimento ao público sobre as funções, atividades e órgãos do Poder Judiciário em escolas ou quaisquer espaços públicos.

Durante a cerimônia, os presentes conheceram as peças publicitárias da campanha como a cartilha, os manuais, o vídeo, as imagens que serão disponibilizadas em busdoor e outdoor, o site e a página na mídia social (facebook).

A diretora do Departamento de Relações Públicas, Marilda Silveira Camargo, explicou detalhadamente como cada item está disposto na portal Conheça o Judiciário e na mídia social,  e falou sobre das visitas ao Tribunal de Justiça.

O presidente da Associação dos Magistrados de MS (AMAMSUL), juiz Olivar Augusto Roberti Coneglian, parabenizou o presidente do TJMS, Des. Luiz Carlos Santini, e os demais profissionais que se dedicaram à implantação da iniciativa, ressaltando a importância de um projeto de alcance tão abrangente.

Ao final do lançamento, o Des. Luiz Carlos Santini proferiu a palestra “Poder Judiciário e os futuros operadores do direito”  e, em sua fala, além de citar o escritor Franz Kafka, ressaltou que a população tem uma visão equivocada do Judiciário, como se este fosse inatingível. “Somos servidores públicos com peculiaridades distintas, mas estamos a serviço da sociedade”, disse.

Santini explicou que o Poder Judiciário trabalha de forma clara, aberta; esclareceu a necessidade de os futuros operadores do direito terem que conhecer a estrutura do poder e concluiu: “Estamos à disposição para dizer como é o Judiciário. Saibam a responsabilidade que o judiciário tem, conheçam as prerrogativas que os membros do Judiciário tem, nos vistem, indaguem, perguntem. Entendam como funciona sua sociedade. Conheçam o Judiciário”.

Além dos acadêmicos, dos presidentes do TJMS e da AMAMSUL, prestigiaram o lançamento do projeto o Procurador-Geral de Justiça Adjunto Jurídico, Humberto de Mattos Brittes; o vice-presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues; o Gen. de Brigada Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, chefe de Estado Maior do CMO; os juízes Alexandre Antunes, Carlos Alberto Garcete, Nélio Stábile, Maurício Petrauski, Luiz Gonzaga Mendes Marques, entre outras autoridades.

Saiba mais – O Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul é composto por 31 desembargadores, 173 juízes e mais de 4.500 servidores. Na justiça sul-mato-grossense quatro decisões são proferidas por minuto e por ano são ajuizadas em média 376 mil novas ações nas 54 comarcas do Estado.

O Poder Judiciário de MS realizou o primeiro júri digital do país, possui o 5º maior índice de processos eletrônicos e mais de 50{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} de suas comarcas já são digitais. E tem mais: Mato Grosso do Sul tem o 2º maior índice de decisões por desembargador, chegando a 143 por mês, e todo dia mais de 1.500 sentenças são proferidas nas varas e juizados especiais do território sul-mato-grossense.