Maranhão sediará Congresso Brasileiro de Educação Corporativa do Judiciário

0
106
Print Friendly, PDF & Email

 

Magistrados e servidores do Judiciário de todo o Brasil poderão participar, de 18 a 20 de agosto, do Congresso Brasileiro de Educação Corporativa do Judiciário (Conecjus), promovido pela Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região e o Fórum Brasileiro de Educação Corporativa do Judiciário – Fecjus. A solenidade de abertura será às 10h, do dia 18, no auditório do TRT 16, em São Luis, Maranhão. As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas pelo endereço: www.trt16.jus.br/conecjus.

O tema central do Congresso, que acontece pela primeira vez no Maranhão, é “Educação Corporativa e Gestão Estratégica” e tem como objetivo “preparar os magistrados e servidores, em especial, das áreas de educação continuada e gestão por competência, para criar um novo modelo de gestão do Judiciário, garantindo uma prestação jurisdicional cada vez de melhor qualidade”, explicou a coordenadora do congresso, Rosely Vieira.

Segundo ela, a programação científica do congresso foi elaborada para garantir o diálogo com os servidores responsáveis pelas áreas de educação corporativa e de gestão estratégica dos tribunais e abordará temas atuais, como por exemplo, “Os limites e as possibilidades da educação corporativa”; “Gestão de projetos de Ensino à Distância”; e a “Educação Corporativa no Judiciário”.

Além das palestras e conferências serão realizadas mesas redondas, apresentação de cases, de pôsteres e exposição oral de artigos científicos. No encerramento do congresso serão divulgados os vencedores do Prêmio Nacional de Educação Corporativa no Judiciário (Pecjus).

Universidade corporativa – Na Bahia serão inauguradas, no próximo dia 18 de agosto, as instalações da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça do Estado, Unicorp. Ela será responsável pela formação e aperfeiçoamento técnico-profissional dos magistrados e servidores; incentivo a atividades de autodesenvolvimento; implantação de programas de cooperação técnica com instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais; e o fomento a realização de estudos e pesquisas.

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), desembargadora Telma Britto, disse que a Unicorp vai fortalecer o processo permanente de educação profissional “alinhado aos propósitos do Poder Judiciário, que é o de promover a justiça e garantir a cidadania”.

Criada em 2008, após aprovação do plenário, a Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia terá a finalidade de planejar, implantar, consolidar e expandir o sistema integrado de educação corporativa e era uma das  prioridades da atual gestão. Com esse objetivo, a Unicorp/BA adotou uma estrutura que possibilita a democratização do acesso ao conhecimento por magistrados e servidores.

De acordo com o assessor do TJBA Juiz Ricardo Schmitt, o grande desafio do tribunal será o de integrar as três áreas organizacionais: pessoas, processos de trabalho e tecnologia da informação, condições determinantes para a modernização do tribunal e, por conseqüência, a ampliação do grau de efetividade e da qualidade na prestação jurisdicional.