Milho tem nova pauta fiscal (Notícias Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás)

0
49
Print Friendly, PDF & Email

 

Está em vigor desde sexta-feira, 2, nova pauta de valores referenciais para cobrança de ICMS de produtos do grupo milho, vendido em Goiás. Dados levantados pela Coordenação de Pesquisa Mercadológica da Gerência de Informações Econômico-Fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz) constatou que o milho debulhado, saca de 60 quilos, passou de R$24,87 para R$23,32, queda de 6,26{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.

O milho debulhado, do produtor, passou de 0,41 (centavos) para 0,39 (centavos), o quilo, queda de 4,88{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}. O milho empalhado passou de R$8,90 para R$8,60 o balaio, queda de 3,37{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}. E o carro do produto passou de R$324,00 para R$310,34, redução de 4,22{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.

O resíduo de milho para indústria passou de 0,16 (centavos) para 0,20 (centavos) o quilo. O grão de milho oriundo do campo de semente passou 0,47 (centavos) para 0,45 (centavos), redução de 4,26{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.