Operação Salt – Receita Federal investiga fraude milionária contra o fisco

0
53
Print Friendly, PDF & Email

 A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram nesta terça-feira (17) a Operação Salt, com o objetivo de combater organização criminosa suspeita de fraudar o Fisco.

Com a Operação Salt (sal em inglês) busca-se apurar os indícios encontrados durante as investigações de prática de crimes de sonegação fiscal, falsidade ideológica, apropriação indébita previdenciária, formação de quadrilha, fraude à execução e lavagem de dinheiro.

Participam da operação 38 servidores da Receita Federal e 86 policiais federais nos estados do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba, onde são cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em residências e nas empresas ligadas à organização criminosa.

A investigação surgiu como desdobramento da execução fiscal ajuizada pela Procuradoria da Fazenda Nacional, que culminou com o bloqueio, determinado pela 8ª Vara Federal, de mais de duzentos milhões de reais da organização criminosa.

A fraude consistiria na ampla utilização de interpostas pessoas, conhecidos como “laranjas”, na composição societária das empresas do grupo e na criação de empresas que só existem no papel, conhecidas como “paper companies”, estas também em nome de “laranjas”. As “paper companies” serviriam para garantir o livre ingresso de receitas nos caixas do grupo, uma vez que as empresas reais já possuem mais de 400 milhões de reais inscritos em dívida ativa e estavam com seu faturamento judicialmente bloqueado.

O nome da operação faz referência ao principal ramo de atividades do grupo investigado.

O Delegado da Receita Federal em Mossoró participará de entrevista coletiva às 11 horas, no auditório da Delegacia da Polícia Federal em Mossoró, onde serão repassadas outras informações relativas à Operação Salt.