Outubro Rosa: TJMT realiza nesta terça webinar sobre câncer de mama

0
60
Print Friendly, PDF & Email
O Programa Bem Viver, do Tribunal de Justiça, realiza amanhã, terça-feira (20 de outubro), às 17h, o Webinar “Câncer de mama – verdades e mitos”, como parte da campanha Outubro Rosa que também iluminou as fachadas dos prédios da sede do Judiciário estadual, em Cuiabá. A ideia da live, com a participação dos médicos André Henrique Crepaldi e Luciano Florisbelo da Silva, é, além de esclarecer informações sobre a doença, sensibilizar e conscientizar magistrados, servidores, colaboradores e a sociedade de forma geral sobre a importância do diagnóstico precoce e ações de prevenção.
André Crepaldi, como oncologista, e o colega Luciano Florisbelo, que é mastologista, são unânimes em dizer que quanto mais cedo for descoberto, maiores são as chances de cura e, consequentemente, contribui na redução dos índices de mortalidade. Os dois especialistas ressaltam que um fator de fundamental importância na prevenção, para homens e mulheres, são hábitos de vida saudável, como não fumar, praticar atividade física de pelo menos 30 minutos, três vezes por semana, e manter peso corporal adequado. Essas atitudes, de acordo com pesquisas, reduzem em até 30% a incidência de cânceres.
O médico oncologista ainda aconselha à mulher afazer o autoexame, que deve iniciar a partir de 20 anos de idade, sempre entre quatro e cinco dias após o término do fluxo menstrual. E os exames de imagens também são recomendados a partir dos 40 anos, e em idade mais nova quando houver casos familiares. O oncologista acrescenta que a ultrassonografia e a ressonância da mama complementam a mamografia em caso de dúvidas.
O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima o diagnóstico de 36,75 novos casos de câncer de mama para cada 100 mil mulheres em Mato Grosso neste ano, o que seriam cerca de 560 novos diagnósticos apenas no Estado. E, de conforme o levantamento do Inca, considerando o triênio 2020-2022, é possível que cerca de 66.280 novos casos de câncer de mama sejam diagnosticados anualmente no Brasil. O número, nos cálculos do Inca, aponta que, a cada 100 mil mulheres, cerca de 61pessoas desenvolverão a condição de doença.
Já em homens, o câncer de mama ocorre em menor escala. Mesmo assim, os especialistas recomendam que caso apresente alguma nodulação é preciso procurar atendimento médico. Outubro Rosa é uma campanha anual de combate ao câncer de mama, e foi criada na década de 1990 com o objetivo de compartilhar informações e desenvolver ações e atividades de conscientização sobre a doença.
Álvaro Marinho
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
Fonte TJMT