Paim critica legalização de consulta a cadastros de devedores antes da contratação de empregados

0
51
Print Friendly, PDF & Email

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), Paulo Paim (PT-RS), criticou nesta manhã a recente decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de declarar legal a consulta, por parte de empresas, a serviços de proteção ao crédito (como o SPC e Serasa) e outros cadastros públicos antes de contratar novos empregados.

Paim abordou o assunto na abertura do debate da comissão sobre o fator previdenciário e o reajuste dos benefícios de aposentados e pensionistas. Para o senador, a decisão é inaceitável e equivale a um “crime hediondo”.

– No momento em que o trabalhador mais precisa, terá obstáculo para trabalhar porque atrasou uma prestação – afirmou.