PF garante que todos os que fraudaram exame da OAB foram identificados

0
69
Print Friendly, PDF & Email

 

O diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, detalhou hoje (17) ao presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, o andamento da Operação Tormenta e disse ter certeza de que foram identificados todos os fraudadores do exame da OAB. “Estamos levando ao juiz competente o método, o Ministério Público acompanhou essa investigação e todas essas instâncias estão seguras de que afastamos aqueles que fraudaram”, garantiu. A Operação Tormenta foi desencadeada nesta quarta-feira pela PF e desarticulou a quadrilha que fraudou concursos em todo o País, entre eles o da segunda fase do terceiro Exame de Ordem de 2009, já anulado pela entidade da advocacia, e para agentes da própria Policia Federal, entre outros.

Após os esclarecimentos sobre a operação ao presidente Ophir e o detalhamento do método utilizado nas investigações, o diretor da PF acrescentou que a atuação da PF busca gerar conforto aos candidatos naturais a concursos e punir os que buscam cargos pela fraude.  ”A partir de dados que colhermos nas buscas podem surgir indícios de irregularidades e o que surgir nós vamos apurar, com a mesma transparência e rigor, com o acompanhamento do Judiciário, do MP e da OAB”, afirmou o diretor da PF. Hoje, 80 pessoas estão sendo intimadas para serem ouvidas em São Paulo. Serão indiciados todos aqueles que não foram presos mas tiveram participação nas irregularidades. Paralelamente, prossegue a análise de todo o material arrecadado nas buscas e apreensões realizadas ontem pela PF.