Plenário discute hoje a violência contra o idoso no País; participe

0
69
Print Friendly, PDF & Email

A população pode enviar perguntas e fazer comentários sobre as discussões.

TV Câmara
Direitos Humanos e Minorias - Idoso - Longevidades
Hoje, 25 milhões de brasileiros têm 60 anos ou mais. Em 2020, serão 28 milhões.

A violência contra idosos é o tema da comissão geralque será realizada no Plenário da Câmara hoje, às 10 horas. Proposta pelo deputado Vitor Paulo (PRB-RJ), a sessão de debates vai contar com a participação de representantes da Secretaria do Idoso do Distrito Federal, do Ministério da Previdência Social e da Defensoria Pública do DF.

Quem quiser pode enviar perguntas aos deputados ou fazer comentários sobre o debate pelo Disque-Câmara (0800 619 619) ou pelo e-Democracia.Clique aqui e participe!

O deputado Vitor Paulo, que é coordenador da Frente Parlamentar em Apoio ao Idoso, destaca que o Brasil tem uma das melhores legislações do mundo em relação à proteção dos direitos dos idosos, mas é preciso garantir o cumprimento da lei.

“A lei diz: é dever da família, do Estado e da sociedade proteger as pessoas mais velhas. Mas o Estado não pode adentrar na casa de ninguém, nem vigiar ninguém para combater a violência doméstica. O lar é inviolável. Então, compete esta consciência às pessoas, às famílias e à sociedade.”

Vitor Paulo lembra que a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu 1º de outubro como o Dia Internacional das Pessoas Idosas e que, nesta data, também é comemorado o aniversário de 10 anos do Estatuto do Idoso.

O parlamentar destaca, ainda, que o número total de idosos no Brasil passará de 28 milhões até 2020 e o mundo deverá superar 1 bilhão de pessoas com 60 anos ou mais. Vitor Paulo avalia que isso traz desafios como a garantia da integridade física e psicológica dessa população.