Previdenciária – Benefícios previdenciários podem ser pagos a procurador

0
95
Print Friendly, PDF & Email

 

Para fins de recebimento de benefício previdenciário, o titular poderá ser representado por procurador nos casos de:

a) ausência (ex.: viagem ou permanência no exterior);

b) moléstia contagiosa; ou

c) impossibilidade de locomoção (doença, recolhimento à prisão etc.).

O mandato não poderá ter prazo superior a 12 meses, podendo, entretanto, ser renovado ou revalidado.

(Instrução Normativa INSS nº 45/2010, art. 400 – DOU 1 de 11.08.2010)

Fonte: Editorial IOB