PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO Cade investiga denúncia de cartel entre Raízen, Petrobras e Ipiranga

0
256
Print Friendly, PDF & Email

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica abriu procedimento para apurar formação de cartel entre a Raízen, Petrobras e Ipiranga, para participação em leilões de arrendamento de áreas portuárias destinadas à movimentação e armazenagem de granéis líquidos.

A investigação do Cade é preliminar e ainda está em fase de Procedimento Preparatório.

As três empresas formaram o Consórcio Nordeste e arremataram juntas, no leilão realizado pelo Ministério da Infraestrutura em abril, os quatro terminais ofertados –três deles na Paraíba e um em Vitória, no Espírito Santo.

O investimento nas áreas é estimado em R$ 199 milhões nos próximos 25 anos, e o consórcio sem comprometeu a pagar R$ 219,5 milhões de outorga à União.

PA 08700.001831/2014-27

Fonte: Consultor Jurídico.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/airesadv/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 308