Projeto prevê sistema digital de frequência escolar

0
57
Print Friendly, PDF & Email

 

De autoria do deputado Coronel Ivan (PRTB), acatando sugestão da deputada estadual Natálya Quintana, projeto de lei apresentado nesta terça-feira autoriza os estabelecimentos de ensino da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul a implantar sistema digital de registro de frequência. Uma forma de manter pais ou responsáveis informados sobre a assiduidade de seus filhos através de boletim periódico enviado por mensagem eletrônica ou disponível em site.

O sistema já foi implantado pelo Ministério da Educação (MEC) em municípios do Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás e pela Prefeitura de Praia Grande, litoral paulista.

Os defensores da adoção do sistema aqui no Estado acreditam que a proposição, se aprovada, vai tornar o controle de presença mais eficiente por não permitir que um aluno responda ou assine por outro e evitará que o professor perca tempo de sua aula registrando presenças.

Como a tecnologia adotada deve ser de cartão magnético ou impressão digital que registrarão entrada e saída no portão de acesso ao estabelecimento, acredita-se ainda que essa seja mais uma forma de rígido controle de quem está ou esteve no prédio escolar.

A deputada estudante Natálya Quintana, membro do Parlamento Jovem que participou da elaboração do projeto, subiu à tribuna para garantir o apoio dos parlamentares da Casa. Ela argumentou que o sistema também deve ajudar o Governo a elaborar políticas públicas contra a evasão escolar.