Redecard mira advogados

0
83
Print Friendly, PDF & Email

 

Os 290 mil advogados paulistas estão na mira das credenciadoras de cartões, que só esperam um sinal verde da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) para oferecer seus serviços. A Redecard, responsável pela captura e transmissão das transações com as bandeiras de crédito MasterCard e Diners Club International, pretende investir pesado nesse seleto público, oferecendo também a possibilidade de recebimento de honorários por meio dos cartões de débito MasterCard, Maestro e Redeshop. “É uma oportunidade bastante interessante para nós. É um público forte”, diz o presidente da companhia, Roberto Medeiros.

A Redecard, segundo seu presidente, tem focado na ampliação da cobertura geográfica e na maior participação em segmentos com pouca atuação. As atenções estão voltadas especialmente para três deles: saúde, educação e distribuição – alimentos, bebidas e gás, por exemplo. “Agora, vamos olhar para os advogados”, afirma Medeiros, lembrando que a área de educação, que há um ano e meio era praticamente inexistente no volume de transações da companhia, hoje representa 2{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} do total. A companhia capturou R$ 39,8 bilhões em transações com cartões de crédito e débito no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 23,1{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} sobre o registrado no mesmo período de 2009. (AR)