Segundo PF, extensão das fronteiras e falta de recursos dificultam combate às drogas.

0
52
Print Friendly, PDF & Email

O chefe de Divisão de Operações e Repressão a Drogas do Departamento de Polícia Federal, Cassius Valentin Baldelli, listou há pouco os principais obstáculos enfrentadas pela instituição no combate às drogas.

Segundo ele, a grande extensão das fronteiras brasileiras, a carência de recursos – tanto financeiros quanto humanos – e dificuldades no controle dos espaços aéreo e marítimo estão entre os gargalos.

Baldelli participa de audiência pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado que debate políticas públicas sobre drogas.

Cidadania
Durante o debate, o coordenador de Área Técnica de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde, Roberto Tykanori Kinoshita, defendeu um tratamento mais humanizado do usuário de entorpecentes. Conforme Kinoshita, é preciso trocar estratégias punitivas por ações que promovam a integração social. Para isso, ele destacou a necessidade de qualificar os profissionais de segurança pública no trato com as comunidades.

A reunião prossegue no plenário 6.