Servidores capacitados pelo CNJ atuarão na Semana da Conciliação

0
57
Print Friendly, PDF & Email

 

Foi realizado em Campo Grande, neste mês de novembro, o Curso de Mediação Judicial com conteúdo e palestrantes designados pelo Conselho Nacional de Justiça. Ao todo 24 servidores da justiça estadual, TRT e Justiça Federal participaram do treinamento. A capacitação faz parte das atividades do recém-criado Núcleo de Solução de Conflitos, que trouxe para o Estado de Mato Grosso do Sul uma estrutura judicial em prol da conciliação. O coordenador do Núcleo, Des. Romero Osme Dias, ressaltou a parceria com a Justiça Federal e do Trabalho. O desembargador ressaltou que o curso continua com a parte prática durante a Semana da Conciliação, que será realizada de 28 de novembro a 2 de dezembro.

“Temos que agradecer o Conselho Nacional de Justiça pela escolha dos três palestrantes: Cíntia Pereira de Souza, Fernanda Carvalho de Alencar e Bruno Tabosa Vieira, que reconhecidamente prestaram um grandioso trabalho nesta árdua missão de criar multiplicadores para esta nova forma de solução de conflitos, com a pacificação dos contendores”, destacou o coordenador.

Para a servidora do TJMS e participante do curso, Maria Alice Correa da Costa Azambuja, a mediação judicial, sendo um método alternativo de solução de conflitos, é uma grande ferramenta auxiliar para o Poder Judiciário, pois permite que as partes, com o auxílio do mediador, possam restabelecer a comunicação perdida ao longo do conflito. “A capacitação realizada nos permitiu conhecer as técnicas e ferramentas utilizadas nas sessões de mediação, fazendo-nos desenvolver habilidades para entender melhor os conflitos e para fazer com que as partes também os compreendam de uma forma mais positiva. Penso que todos os servidores que participaram do curso de capacitação estarão aptos a colaborar, não só nas realizações das sessões de mediação, como na função de repassar o conteúdo da capacitação aos demais servidores interessados”.

O servidor do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 24ª Região, Júlio César Machado, elogiou o conteúdo, didática e competência dos docentes que ministraram o curso. Júlio comentou que ficou impressionado com “a impecável organização do ambiente e providências acessórias empreendidas pela equipe do TJMS”.

Conforme Júlio Machado, “os relatos dos colegas e docentes ampliaram nossa certeza quanto à singular importância da missão conduzida pelo Judiciário, agora acrescida de mais uma ferramenta de pacificação dos reais interesses subjetivos frequentemente mascarados por tormentosos
processos judiciais”.

O coordenador do Núcleo de Conciliação antecipou a promessa do representante do CNJ, André Gomes de Azevedo, “que não mediu esforços para realização do curso, bem como a de sua repetição no mês de fevereiro de 2012, quando treinaremos nova turma composta por professores universitários de nossos parceiros”.

Romero agradeceu também a Escola Judicial de Mato Grosso do Sul (EJUD), por meio de seu Diretor-Geral, Des. Ruy Celso Barbosa Florence e a Diretora da Secretaria da Escola do Servidor (SES), Margarida Machado Maranhão, que, “com suas equipes, tornaram possível a realização do curso com sua prestimosa e carinhosa organização, reconhecida por todos”, declarou.