TJES – Administradora de cartões de crédito irá pagar R$ 8 mil.

0
62
Print Friendly, PDF & Email


Considerando como desorganização por parte de uma administradora de cartões a negativação indevida do nome de uma moradora de Cachoeiro de Itapemirim, o juiz do Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda Pública do Fórum do Município condenou a empresa ao pagamento de indenização de R$ 8 mil.

O valor, de acordo com as informações do processo n° 0001751-23.2015.8.08.0026, é referente aos danos morais sofridos pela mulher, e deverá ser pago com correção monetária e acréscimo de juros.

Segundo o magistrado, a empresa não conseguiu apresentar documentos que comprovem que a requerente, em algum momento, contratou os serviços da administradora de cartões. Ainda segundo o juiz, a mulher sofreu os reflexos lesivos da negligência cometida pela instituição.

O magistrado também ponderou acerca da indenização lançada à sentença, sustentando que ela visa compensar a sensação de dor da vítima diante uma situação desagradável como a vivenciada pela requerente, lembrando que a decisão tem de ser justa e não pode levar ao enriquecimento sem causa.

Fonte: Tribunal de Justiça do Espírito Santo.