TJMS – Mudanças: Diário da Justiça será publicado às 18 horas

0
77
Print Friendly, PDF & Email

 

A partir da próxima segunda-feira (12), o Diário da Justiça será publicado às 18 horas do dia anterior à data do DJ. A medida será adotada em razão do comprometimento da rede de comunicação do Tribunal de Justiça, pois no período da tarde concentra-se o maior fluxo de trabalho cartorário. São mais usuários acessando a rede e a maioria das audiências também ocorre no período vespertino. Por estas razões, a mudança deverá melhorar a performance da rede e todos os serviços que nela são disponibilizados.

Até esta sexta-feira, a edição eletrônica será publicada no horário atual, por volta das 15 horas do dia anterior à data do DJ, contudo neste horário o grande acesso ao DJ congestiona o link de comunicação e o resultado é a morosidade no Sistema de Automação da Justiça (SAJ), na navegação (internet/intranet) e outros sistemas web disponibilizados ao público interno e externo.

O TJMS não é o primeiro a adotar esta forma de trabalho. No Tribunal de Justiça de São Paulo, um dos maiores do país, o Diário da Justiça é publicado às 20 horas.

História – A primeira edição do Diário da Justiça impressa no próprio Tribunal de Justiça foi publicada em 29 de janeiro de 2001. Antes disso, os atos do judiciário sul-mato-grossense eram publicados no Diário Oficial do Estado. Nas primeiras versões do DJ, a capacidade máxima de impressão era de 72 páginas. Mais tarde, o número foi ampliado para 92 páginas. Quando o material de divulgação ultrapassava a capacidade da máquina, era produzido um caderno suplementar.

A evolução para a versão digital ocorreu em 21 de setembro de 2001, na edição nº 162. Para ter acesso ao material, os interessados pagavam uma assinatura que permitia o acesso on-line ou adquiriam a versão impressa avulsa, para a qual também se disponibilizava assinatura. As duas versões, impressa e eletrônica, circularam juntas até o dia 19 de dezembro de 2007.  A versão digital foi disponibilizada gratuitamente a partir do dia 1º de agosto do 2007.

Atualmente, não existe limite de páginas por edição e, em média, cada versão do DJ contém entre 300 e 350 páginas. Desde a publicação unicamente digital o custo para acesso à população é zero, bastando acessar o link do Diário da Justiça na página inicial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS).

Autoria do Texto: Departamento de Jornalismo