TJMS – Novo desembargador traz experiência de 28 anos na magistratura

0
63
Print Friendly, PDF & Email

 

Foi aprovada nesta quarta-feira, por unanimidade, pelo Tribunal Pleno, a promoção do juiz Manoel Mendes Carli para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, pelo critério de antiguidade. O magistrado, titular da Vara de Execução Fiscal Municipal e que há quase um ano atuava como juiz convocado no cargo de desembargador, assume agora a vaga deixada pelo Des. Elpídio Helvécio Chaves Martins, que se aposentou.

Sobre seu perfil, o juiz utiliza duas palavras para defini-lo, tanto como homem, pai de família, quanto cidadão e magistrado: dignidade e honradez. É desta forma que conduziu e conduz a sua vida em todos os aspectos, carregando os ensinamentos transmitidos por seu pai e sua mãe.

O juiz titular da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski, fez questão de cumprimentar o colega pessoalmente e recebeu a notícia com tamanha alegria como se fosse ele próprio quem assumisse o cargo de desembargador, pois, segundo ele, “é um prazer ver um juiz de carreira, trabalhador e merecedor chegar ao mais alto posto da magistratura estadual”.

Perfil – Manoel Mendes Carli é natural de Andradina (SP), casado com Dra. Vilma e pai de Juliana e Manoel Carlos. Formado pela Universidade Federal de São Carlos, iniciou na magistratura estadual no ano de 1982, nomeado para o cargo de juiz substituto da 8ª Circunscrição.

Foi promovido, por merecimento, ao cargo de juiz de direito de Primeira Entrância da Comarca de Mundo Novo, assumindo as funções em julho de 1982. No ano de 1984 foi promovido, também por merecimento, para o cargo de juiz de direito de Segunda Entrância, da 1ª Vara de Amambai.

Foi removido em 1985 para a 1ª Vara Cível da Comarca de Três Lagoas e em 1990 foi promovido, por antiguidade, para o cargo de juiz de direito de Entrância Especial, da 6ª Vara Criminal da Comarca de Campo Grande.

Em 2001, foi removido para o cargo de juiz de Direito da Vara de Execução Fiscal da Fazenda Pública Municipal de Campo Grande e em setembro de 2009 foi convocado para exercer as atribuições de desembargador, na 2ª Turma Criminal e Seção Criminal do TJMS e Tribunal Pleno, durante a vacância do cargo. Como desembargador, Manoel Mendes Carli permanecerá atuando nos mesmos colegiados.

Autoria do Texto: Departamento de Jornalismo