TJRJ – Bradesco Saúde deve fornecer prótese para cardiopata

0
72
Print Friendly, PDF & Email

 

A Bradesco Saúde terá que realizar cirurgia cardíaca e fornecer a prótese necessária a Dorvide Ribeiro Padilha, que corre sério risco de morte. Embora o paciente tivesse plano de saúde com cobertura total, incluindo internação e cirurgia, a seguradora se recusou a fornecer o material para o procedimento de urgência. Mesmo diante da gravidade do estado do cardiopata, demonstrado por declarações médicas juntadas ao processo, houve resistência da empresa.

 O juiz Renato Ricardo Barbosa, da 15ª Vara Cível da capital, concedeu antecipação de tutela, com advertência de que o descumprimento implicará em crime de desobediência. “Certas situações não podem aguardar o provimento final sem que exista risco de lesão a um dos litigantes”, justificou o juiz em sua decisão.

 Ele determinou ainda que, além do imediato procedimento cirúrgico com o implante da prótese, o a ré pague multa pelo descumprimento, fixada em R$5 mil, mais multa de R$ 500,00 por hora, a contar da intimação.

 Proc. 0198074-46.2010.8.19.0001