TJSC – Júri desclassifica para lesão corporal crime ocorrido contra um segurança

0
81
Print Friendly, PDF & Email

 

A Vara do Tribunal do Júri da Comarca da Capital, em sessão realizada na quinta-feira (23/9), desclassificou o crime de tentativa de homicídio e condenou I. R. A. à pena de um ano e quatro meses de reclusão, inicialmente em regime semiaberto, por lesões corporais consumadas contra a vítima, José Mendes, que ficou incapacitado para exercer suas habituais atividades por mais de 30 dias. Os jurados decidiram, ainda, absolver Idevan quanto à acusação de disparo de arma de fogo em via pública.
Segundo os autos, no dia 08 de outubro de 2006, por volta da 1h, no interior de um bar na Capital, o acusado, após conversa com José – segurança do estabelecimento -, sacou sua arma e disparou contra ele, sem atingi-lo. A vítima fugiu do local, porém o denunciado a seguiu e atirou novamente, acertando-a desta vez. Caído, com a arma apontada para a cabeça, José pediu clemência, quando outro segurança apareceu, impedindo que o crime se consumasse.
O júri foi presidido pelo juiz de direito Alexandre Murilo Schramm, e contou com a participação do promotor de justiça Paulo Locatelli e, na defesa, dos advogados Everson Becker Silva e Christian Mirkos Santos Pereira. (Autos n. 023.06.376939-8)

TJSC