TJSP – Justiça recebe ação de improbidade contra gestão Marta Suplicy

0
78
Print Friendly, PDF & Email

 

A juíza Maria Gabriela Pavlópoulos Spaolonzi, da 13ª Vara da Fazenda Pública, recebeu ação civil de improbidade administrativa, proposta pelo Ministério Público Estadual contra a ex-prefeita Marta Suplicy, o ex-secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Roberto Luiz Bortollo, e a Construtora Queiroz Galvão S/A. 

Segundo a denúncia, em 2002, durante a gestão de Marta na prefeitura, teriam sido firmados contratos sem licitação para a construção de um reservatório de contenção de cheias no córrego Aricanduva, conhecido como piscinão. 

O Ministério Público afirma, ainda, que para o Tribunal de Contas a contratação não teria obedecido os trâmites legais. O MP pede a anulação do contrato e o ressarcimento dos valores ao erário público. 

Os réus serão citados e terão quinze dias para apresentar suas defesas.