Tributos em produtos típicos nas festas de fim de ano chegam a 59{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}

0
61
Print Friendly, PDF & Email

 

Bebidas estão entre os produtos com maior carga tributária. Percentual sobre chester, peru ou pernil chega a 29,32{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}


A carga tributária em produtos típicos de final de ano pode chegar a até 59{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}, segundo um estudo promovido pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário). As bebidas são os itens com o maior tributo. Para brindar a passagem de ano com um espumante, por exemplo, o consumidor terá que desembolsar 59,49{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} a mais do valor real da bebida para pagar impostos. Na cerveja, a carga tributária chega a 55,60{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}, enquanto na sidra que tem valor médio de R$7, o percentual de imposto é de 48,24{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.


“A elevada carga tributária dos produtos de fim de ano restringe o consumo, desde a escolha do presente até os itens que compõem a ceia. Isto é pernicioso principalmente para o público de baixa renda”, diz o vice-presidente regional da Apas (Associação Paulista de Supermercados), Eduardo Kawakami. O representante também lembra que no geral a carga tributária de produtos comercializados nos supermercados passou de 34,8{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} para 35,3{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.


O imposto do chester que custa em média R$ 43, peru ou pernil chega a 29,32{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}. Alimento tradicional do Natal, o panetone também carrega um alto tributo: 34,63{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.


A professora Sônia Coelho, 62, está atenta a alta taxa tributária imposta aos produtos, mas ao mesmo tempo afirma que é difícil deixar de adquirir mercadorias tradicionais nesta época do ano. “Os impostos estão em tudo, mas não tem como fugir e nem para quem reclamar. No final do ano é inevitável levar o panetone e as bebidas para as famílias”, comenta.


Já o aposentado Mario Rodrigues, 72, admite que a taxa tributária pesa no orçamento do final do ano. Ontem ele pesquisava o preço do chester. “Procuro pesquisar para levar o produto mais em conta, mas a carga tributária atual do país é absurda e pesa nas contas”.


Os tributos atingem até mesmo a decoração natalina. Quem quiser enfeitar a casa com uma árvore de Natal terá que pagar 39,23{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145} a mais do valor real do produto por causa dos impostos. Já a tributação em enfeites em geral chegam a 48,02{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.


Entre as sugestões de presentes favoritos para esta época do ano, o aparelho de MP3 é um dos mais tributados, com 49,45{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}, quase metade do valor do produto. Na bicicleta, a tributação chega a 45,93{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}, enquanto nos brinquedos, 39,70{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}. Para protestar contra os tributos, diversas entidades como Associações Comerciais se reuniram na última quarta-feira, no vão livre e no auditório do Masp, em São Paulo, para um protesto que reivindica a sanção de um projeto de lei que obriga a discriminação dos impostos nas notas fiscais.


“A pessoa precisa saber quanto paga de impostos. Os estabelecimentos como os supermercados não têm interferência nos tributos, mas podemos continuar pleiteando a diminuição”.


viaJornal Diário de Marília – Tributos em produtos típicos nas festas de fim de ano chegam a 59{7a3a68e1616b7aaba0d480ce0a8cac54774e7fddc429e25618f6fd9a5a093145}.